---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

HABITAÇÃO
Esclarecimento – situação das famílias que residiam na antiga “Vila Scheuer”.

Publicado em 22/06/2020 às 08:33 - Atualizado em 22/06/2020 às 08:35


Créditos: Moises Gonçalves/Arquivo Baixar Imagem

A Secretaria Municipal de Habitação esclarece sobre os benefícios concedidos às famílias que viviam na antiga “Vila Scheuer”.

 

Em Canoinhas, no Campo d’Água Verde, antiga “Vila Scheuer” residiam 16 famílias em condições irregulares, pois os lotes pertenciam à Empresa Esquadria São José, a qual foi extinguida, mas mesmo assim as famílias permaneceram morando em áreas de terceiros.

 

            Em junho de 2019 as famílias receberam documento de ordem de despejo, ação que estava em tramitação no Ministério Público para reintegração de posse em favor da empresa que adquiriu a área.

 

Até o dia 28 de julho de 2019 essas famílias tinham que deixar os lotes que pertenciam a terceiros. Sendo assim, houve a intervenção imediata do prefeito Beto Passos para dar apoio às famílias envolvidas, mesmo não sendo responsabilidade da Prefeitura de Canoinhas abrigar estas famílias que tinham conhecimento da situação irregular em que estavam. Inclusive várias famílias construíram casas novas ou fizeram reformas nas existentes mesmo sabendo da irregularidade fundiária.

 

O Governo de Canoinhas imediatamente tomou frente à situação dando apoio às famílias envolvidas, identificando uma área que tivesse condições de fazer um novo loteamento para acomodá-las.

 

O prefeito Beto Passos esteve envolvido durante todo o processo, se comprometendo com a preparação de infraestrutura do novo loteamento localizado também no bairro Campo d’Água Verde.

 

Enquanto aconteciam os trâmites para a entrega dos lotes, através da Prefeitura de Canoinhas, as 16 famílias foram beneficiadas, por seis meses, com o aluguel social no valor de R$ 500 por mês.

 

Assim, cada família passou por estudo socioeconômico, todos sendo beneficiados com lotes de 243,75 m², através de venda venal com aprovação do Conselho Gestor do Fundo Rotativo Habitacional (FROHAB), para os quais pagam mensalmente prestações de R$ 60,93 para quem optou em 240 meses e, o valor de  R$ 121,87 para quem optou em 120 meses.

 

 

Ainda, através da Prefeitura de Canoinhas, cada família recebeu a doação de materiais para a construção da caixa de entrada de água padrão Casan e kit poste padrão Celesc para a entrada de energia, totalizando R$ 12.186,56.

 

A Prefeitura de Canoinhas também fez a doação de mão de obra para a instalação das caixas de entrada do padrão para ligação de água.

 

Outro benefício concedido às famílias foi a doação de planta/projeto de casa moradia econômica fornecidos pela Secretaria Municipal de Planejamento/Setor de Engenharia.

 

Portanto, além da demanda já existente nos cadastros da Secretaria Municipal de Habitação com déficit de moradia, a Prefeitura em nenhum momento deixou essas famílias que receberam ordem de despejo, desassistidas, pois todas foram beneficiadas com lotes e infraestrutura, mesmo sem ser responsabilidade deste órgão público.